Publicidade

Lei transforma moinho de vento de Macau em patrimônio do RN

Por LivreTV Notícias em 14/01/2022 às 14:04:44
Estrutura fica localizada na entrada da cidade da Costa Branca potiguar e simboliza a produção de sal na região. Moinho na entrada de Macau, na região da Costa Branca potiguar (Arquivo)

Igor Jácome/G1

O Moinho de Vento de Macau se tornou patrimônio imaterial, histórico, cultural, paisagístico e turístico do Rio Grande do Norte, segundo uma nova lei estadual sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT) e publicada no Diário Oficial do Estado na quinta-feira (13.

O equipamento fica na entrada da cidade da região da Costa Branca potiguar - região conhecida pela produção salineira do Rio Grande do Norte. O estado é responsável por mais de 90% da produção no país.

O projeto de lei havia sido aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa e foi apresnetado pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). O autor considerou que a lei é importante para preservar a cultura, parte da história da cidade.

"Após a mecanização das salinas no final dos anos 1960 os moinhos perderam sua utilidade e foram substituídos pelas bombas elétricas. Sob a ação do sol, do vento e da maresia foram se desmanchando ao longo do tempo. Restou o do aterro que chegou a ser totalmente reconstruído pela salineira Álcalis e vem recebendo manutenções periódicas do governo municipal, e se transformou no símbolo mais significativo, o cartão postal de Macau”, relata o deputado na justificativa do projeto.

Em 2019, a estrutura foi danificada por fortes rajadas de vento que atingiram a cidade, mas foi refeita.

Veja os vídeos mais assistidos no g1 RN
Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade